Sintomas do Sarampo – Quem pode contrair?

Os sintomas do sarampo aparecem de 7 a 14 dias depois de ter contato com o vírus e, geralmente, incluem febre alta, tosse, corrimento nasal e lacrimejamento. A erupção do sarampo aparece de 3 a 5 dias após os primeiros sintomas.O sarampo não é simplesmente uma erupção cutânea leve. O sarampo pode ser perigoso, especialmente para os bebês e crianças pequenas.

O sarampo geralmente começa com os seguintes sintomas:

  • Febre alta (pode subir até mais de 104 °F (40°C ),
  • tosse frequente;
  • corrimento nasal (rinite aguda ou romadizo), e
  • olhos vermelhos e lacrimejantes (conjuntivite).

Pequenas manchas brancas (manchas de Koplik) podem aparecer dentro da boca de dois a três dias após o início dos sintomas.

Quem pode contrair sarampo?

Principalmente na infância (entre 2-6 anos), mas desde que se vacina maciçamente a população de crianças antes da idade escolar, a sua incidência diminuiu em mais de 95% e afeta mais as crianças menores de 15 meses (ainda não vacinados) e crianças maiores não vacinados ou que não tiveram contato com o vírus.

É muito rara em lactentes menores de 6 a 8 meses, já que estes estão protegidos pelos anticorpos passados através da placenta por sua mãe imune.

Sarampo é grave?

O sarampo pode ser perigoso, especialmente para os bebês e crianças pequenas. Chame o médico imediatamente se pensa que você ou o seu filho têm estado expostos ao sarampo.

De três a cinco dias depois que começam os sintomas, aparece uma erupção cutânea. Geralmente, este começa como pontos vermelhos e lisos na cara da pessoa na parte onde começa o cabelo e se estende até o pescoço, o tronco, os braços, as pernas e os pés.

Sobre os pontos vermelhos e lisos podem aparecer alguns pequenos volumes. Os pontos podem juntar-se à medida que se estendem desde a cabeça até o resto do corpo. Quando aparece a erupção cutânea, febre pode aumentar a mais de 104 graus Fahrenheit (40°C).

A melhor maneira de se proteger contra o sarampo é com a vacina contra o sarampo, a papeira e a rubéola (também chamada de vacina tríplice viral ou MMR). Os médicos recomendam que todas as crianças recebam a vacina MMR.

 

Related posts